Hierarquia do Sistema de Controles Internos

Pessoal, nesta publicação, compartilho com vocês este conteúdo produzido pelo Prof. Eduardo Pardini da Crossover Brazil. Nele, é abordado sobre o funcionamento de um Sistema de Controles Internos.

Antes de mais nada, é preciso entender que “um sistema de controle é um processo e tem como objetivo manter a eficiência e eficácia do processo, dar salvaguarda aos ativos, manter a consistência, integridade e confidencialidade dos dados e informações processados, além de que as transações sejam executadas em conformidade com Leis, Normas e Regulamentos”.

O sistema de controle interno tem que ser visto como uma hierarquia que se relaciona, e sua avaliação, para ser efetiva, deve ser realizada considerando os atributos de cada uma das camadas desta hierarquia:

  • Ambiente de Controle (ou Controle Gerencial): estes são os controles a qual o AICPA (Instituto Americano de Contadores Públicos Certificados) se refere como o controle administrativo.
    .
  • Controle do Processo (ou Controles de Sistema): este controle define os aspectos gerenciais de um sistema aplicativo.
    .
  • Controle de Transação: estes são os controles que supervisionam o processamento de uma transação individual, desde o ponto onde a transação se origina até o ponto onde os resultados são enviados para o usuário.

Veja, na figura abaixo, a Hierarquia do Sistema de Controles Internos de uma forma bem simples e prática:

Hierarquia do Sistema de Controles Internos
Hierarquia do Sistema de Controles Internos

 

Deixe o seu comentário:

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rodapé do Site